quinta-feira, 7 de abril de 2016

A saudade mora na Lua





Míngua..., cresce..., transborda..., se esconde... e nunca deixará de estar onde está" 

sábado, 8 de agosto de 2015

e outro e outro...

Sabe o que é mais incrível? É saber que não é preciso estar presente para ser presente. Que a saudade é a confirmação suprema do que foi ou do que será muito bom. E que podemos reencontrar em nossas memórias ou imaginar em sonhos tudo que fez ou fará bem pra gente. E que depende de cada nós a direção do nosso olhar, nem a noite mais escura e fria, com chuva e trovoadas pode negar a existência do sol. E com a presença comum de nossas angustias e ansiedade a maturidade ensina que tudo passa, assim como nos transformamos por dentro nossa aparência não irá esconder o passar dos anos e que somos finitos por temporada. E o que fica? E o que levamos? 'Fica o que somos e levamos o que fazemos. E o amor, ah o amor, esse são passarinhos... um deles chega, faz ninho, cuida com carinho, e voa. E depois vem outro e faz a mesma coisa... e outro, e outro, e outro... 

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Despedida de Maria Isabel Christina

Em mais de dez anos, esta noite vou dormir verdadeiramente sozinho, partiu esta tarde nossa tão amada e minha leal companheira Maria Isabel Christina, Belinha, Bebel, Cris, Dona Maria, meu anjo branco... que agora voltou a ter asas e foi morar no céu. Embora tenha minha família e amigos queridos sempre por perto, ao voltar pra casa era ela quem me recebia sempre com alegria, me levava para passear, pedia pra subir no colo e fazia questão de dormir bem perto do meu coração. 

Muitos me dizem que sorte teve Belinha, mas não, que sorte tive eu por ter vivido esta experiência sublime ao seu lado e até o fim, e podem ter certeza, ela quem mais cuidou de mim. Hoje quando vim almoçar com ela, já debilitada, me olhando com os olhinhos cheios de lágrimas, falei no seu ouvido: muito obrigado por tudo... 
Que bom que consegui falar isso pra ela hoje. 
Que bom ter vivido com ela e ter tantas boas lembranças e ensinamentos que só aqueles que tem ou tiveram um bichinho desse sabe do que estou falando. 

Obrigado a todos pelo carinho, nos últimos dias, meses e anos. Deixo pra cada um, um abraço carinhoso. E pra vc Bebel, um beijo no nariz pra ser feliz!